Carlito Carvalhosa

carta-carlito-carvalhosa_page_1_1420px carta-carlito-carvalhosa_page_2_1420px carta-carlito-carvalhosa_page_3_1420px carta-carlito-carvalhosa_page_4_1420px carta-carlito-carvalhosa_page_5_1420px carta-carlito-carvalhosa_page_6_1420px


Carlito-CarvalhosaCarlito Carvalhosa, São Paulo, 1961. Vive no Rio de Janeiro. Pintor e escultor, estudou gravura em metal no ateliê de Sérgio Fingermann e graduou-se em arquitetura na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, em 1984. Ainda na década de 1980 integrou o Grupo Casa 7, em São Paulo. Participou, entre outras exposições, da Bienal Internacional de São Paulo; da Bienal de Havana; da ‘Bienal Brasil Século XX’, da Bienal do Mercosul, da exposição ‘Côte à Côte Art Contemporain du Brésil’ no CAPC em Bordeaux, França.

Entre suas exposições estão também: Corredor, Projeto Parede, Museu de Arte Moderna de São Paulo; Apagador, Solar do Unhão, Salvador; Estou lá, Paço Imperial, Rio de Janeiro (2008); Experimentando Espaços, Museu da Casa Brasileira, São Paulo (2009); A Soma dos Dias, Projeto Octógono, Pinacoteca do Estado de São Paulo (2010); Regra de dois, Fundação Eva Klabin (Projeto Respiração), Rio de Janeiro; Sum of days, Museu de Arte Moderna, Nova York (2011); Shift, Sonnabend Gallery, Nova York; Vulgo, 11ª Bienal de La Habana; Volta ao Mar, Projeto Contentores, Guimarães, Portugal (2012); Sala de Espera, Museu de Arte Contemporânea, São Paulo e na Kukje Gallery, Seul, Coréia do Sul (2013); Possibility Matters, Sonnabend Gallery, Nova York; Rio, performance no Museu de Arte Moderna, Nova York (2014); Casa 7, Pivô, São Paulo; Imaterialidade, SESC Belenzinho, São Paulo (2015), entre outras.


Carlito Carvalhosa, São Paulo, 1961. Lives in Rio de Janeiro. Painter and sculptor, he studied metal engraving in the studio of Sergio Fingermann and graduated in architecture at FAU-USP, in 1984. Also in the 1980s he joined the Grupo Casa 7 in São Paulo. Participated, among other exhibitions, in the International Biennial of São Paulo; Havana Biennial; the ‘Biennial Brazil twentieth Century’, Mercosul Biennial, the exhibition ‘Côte to Côte Art Contemporain du Brésil’ in CAPC in Bordeaux, France.

Among its exhibits are also: Corridor, Projeto Parede, São Paulo Museum of Modern Art; Apagador, Solar do Unhão, Salvador; Estou lá, Paço Imperial, Rio de Janeiro (2008); Experimenting spaces, Museu da Casa Brasileira, São Paulo (2009); A Soma dos Dias, Projeto Octógono, Pinacoteca do Estado de São Paulo (2010); Regra de dois, Eva Klabin Foundation (Projeto Respiração), Rio de Janeiro; Sum of days, Museum of Modern Art, New York (2011); Shift, Sonnabend Gallery, New York; Vulgo, 11th Havana Biennial; Volta ao Mar, Projeto Contentores, Guimarães, Portugal (2012); Waiting Room, Museum of Contemporary Art, São Paulo and Kukje Gallery, Seoul, South Korea (2013); Possibility Matters, Sonnabend Gallery, New York; Rio, performance at the Museum of Modern Art, New York (2014); House 7, Pivô, São Paulo; Immateriality, SESC Belenzinho, São Paulo (2015), among others.


http://www.carlitocarvalhosa.com


Anúncios

Deixe um comentário | Leave a comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: