Ligia Nobre + Coletivo UAP

carta-ligia-nobre-uap_710px


carta-ligia-nobre-coletivo-uap_1420px


ligia-nobreLigia Nobre

Arquiteta, pesquisadora e curadora, atua nas interseções entre arte e arquitetura. Está fazendo um Doutorado em Estética e História da Arte na Universidade de São Paulo e possui um mestrado em Histórias e Teorias da Architectural Association School of Architecture, em Londres (1999). Nobre é professora convidada na Escola da Cidade e parte d’O grupo Inteiro, juntamente com artistas, designers e arquitetos Cláudio Bueno, Carol Tonetti e Vitor Cesar (ogrupointeiro.net). Foi curadora dos seguintes projetos: Exposição-projeto Mano Fato Mano no Centro Cultural São Paulo (Nov 2014 – Fev 2015), com Carol Tonetti; X Bienal de Arquitectura de São Paulo (2013), com Ana Luiza Nobre e Guilherme Wisnik; Audi Urban Future Award (Istambul, 2012), São Paulo curadora com Urban Think Tank (NY / Zurique / SP). Ela trabalhou para o Ministério da Cultura nas relações com as artes, setores visuais de design e arquitetura e Bibliotecas no programa Espaços e Bibliotecas Mais Cultura (Brasília, 2009-10). Ela já trabalhou como pesquisadora e assistente de ensino para os professores Jacques Herzog e Pierre de Meuron na ETH Estúdio Basel University – Contemporary Instituto City (Basileia, 2007-08). Ligia foi o co-fundador e diretor do exo org experimental., plataforma sem fins lucrativos que promoveu a pesquisa em urbanismo e artes, com residências artísticas, publicações, exposições, reuniões/ palestras e workshops (São Paulo, 2002-07 ). Ela foi concedida uma bolsa na Akademie Schloss Solitude, em 2006, e recebeu prêmios como o da Funarte Conexões Artes Visuais (2012) e da Prefeitura de São Paulo – Programa de Exposições do CCSP (2014). Ela é coordenadora editorial da ‘Working at Copan’ projeto por Peter Friedl (Steinberg Press, 2007), e co-editor do Monolito # 17- 10 de São Paulo Bienal de Arquitectura (2013). Seus ensaios foram publicados em publicações como Bamboo, TANK, Abitare, ArtReview, Urbania, Item, e muitos outros.


Architect, researcher and curator, she operates in the intersections between art and architecture. She is pursuing a PhD in Aesthetics and History of Art at the University of São Paulo and holds an MA degree in Histories and Theories from the Architectural Association School of Architecture, in London (1999). Nobre is currently a guest professor at Escola da Cidade and part of O grupo inteiro, together with artistas, designers and architect Cláudio Bueno, Carol Tonetti and Vitor Cesar (ogrupointeiro.net). She was the curator of the following projects: Mano Fato Mano exhibition-project at Centro Cultural São Paulo (Nov 2014 – Feb 2015), with Carol Tonetti; X São Paulo Architecture Biennial (2013), with Ana Luiza Nobre and Guilherme Wisnik; Audi Urban Future Award (Istanbul, 2012), São Paulo curator, with Urban Think Tank (NY/Zurich/SP). She has worked for the Ministry of Culture in dealings with the visual arts, design and architecture sectors and the Espaços e Bibliotecas Mais Cultura Program (Brasília, 2009-10). She has worked as a researcher and teaching assistant to Professors Jacques Herzog and Pierre de Meuron at ETH Studio Basel University – Contemporary City Institute (Basel, 2007-08). Ligia was the co-founder and director of exo experimental org., a not-for profit platform that fostered research in urbanism and the arts, with artistic residencies, publications, exhibitions, meetings/talks, and workshops (São Paulo, 2002-07). She was granted a fellowship at the Akademie Schloss Solitude, in 2006, and received the Funarte Conexões Artes Visuais (2012) and the São Paulo City Hall – CCSP Exhibitions Program (2014) awards. She is the editorial coordinator of ‘Working at Copan’ project by Peter Friedl (Steinberg Press, 2007), and the co-editor of Monolito #17– 10th São Paulo Architecture Biennial (2013). Her essays have been published in publications such as Bamboo, TANK, Abitare, ArtReview, Urbania, Item, and many others. 


http://ligianobre.org


índicecoletivo UAP | Usina da Alegria Planetária

A Usina da Alegria Planetária | UAP é uma plataforma de criação e pesquisa que, desde 2008, propõe a troca livre entre artistas, em múltiplos formatos, com base na transdisciplinaridade, na experimentação de linguagens e na transformação de materiais, indivíduos e seu entorno. É integrada por um coletivo formado por artistas visuais, arquitetos, cenógrafos, figurinistas, produtores, músicos, cineastas, educadores e pesquisadores.

O coletivo desenvolve ações e projetos interessados na cultura material contemporânea, seus valores e relação com as tradições socioculturais e o patrimônio imaterial. A sede, na zona rural de Cotia/SP, contribui com a sensibilização para o modo orgânico de viver e se relacionar com as pessoas, com o ambiente natural e seus ciclos, mantendo desde 2012 um programa de residência artística.

Dentre os projetos realizados, destacam-se as performances Kasulo e Vestindo o Sagrado (Virada Cultural 2016); a intervenção Vista sua Existência/Terapia da Imagem, realizado em 07 cidades europeias (2015); o rito-performance Cosmocores e Fúria, no Museu de Arte Contemporânea de Genebra (2015); a exposição Form Laboratory (em parceria com Les Joynes – MuBE/2012); as instalações cenográficas Circo da Gente (Sesc Santo André, 2014), Árvore da Vida (Sesc Pinheiros, 2010) e direção de arte/coprodução do longa Rendas no Ar (2012).


UAP collective | Usina da Alegria Planetária – Usina da Alegria Planetária (Planetary Hapiness Factory)| UAP is an art platform that generates ideas, producing projects, products and actions that aim to transform individuals and the way one relates to environment since 2008. Our creative process is based on the everydaylife as an artistic experience, and proposes free explorations for transdisciplinar projects. We are interested on upcycling, develloping new ideas and possibilities for materials, spaces and social rituals.

The group is formed by designers, architects, artists, performers, stylists, researchers, producers, educators. Located on the surroundings of the city of São Paulo, UAP offers a multi-use space suited for combined purposes, visual and performing arts, workshops, roundtables and a residence program. The community participates sharing their skills with the Planetary Hapiness Factory and it is definitively part of our production process focused on cooperation. Working collectively as well as individually, our ideas are to be experienced in interventions, exhibitions, art installations, performances, film productions and creative immersions. UAP maintains exchanges and partnerships with artists from diferente parts of Brazil and other countries as well institutions as SESC São Paulo.

Recent projects: Kasulo and Vestindo o Sagrado (Donning the Sacred) performances (São Paulo, 2016); intervention Wear your Existence | Image Therapy, conducted in 07 European cities (2015); the performance-ritual Cosmocores and Fury in Museum of Contemporary Art in Geneva (2015); exhibition Form Laboratory (in partnership with Les Joynes – MuBE /2012); scenographic installations Circo da Gente (SESC Santo André, 2014), Árvore da Vida (Tree of Life), SESC Pinheiros, 2010; production design/coproduction film Rendas no Ar ( 2012).


www.usinadaalegriaplanetaria.com.br


 

Anúncios

Deixe um comentário | Leave a comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: